sábado, 10 de julho de 2010

Dia 41 - Aguiar da Beira a Moimenta de Beira

DESCRIÇÃO 09.07.2010
07:30h - Arranque de Aguiar da Beira
09:00h - Encontro com atletas do grupo "Pedaladas"
10:30h - Chegada a Moimenta da Beira
15:30h - Reunião na Câmara Municipal
17:30h - Arranque para os Moínhos da Tia Antoninha

Total do dia: 46 km em 2:50h
Total do Projecto: 1843 km desde 22.05.2010

RELATO PESSOAL
Dia ambientalmente sustentável, com a estadia na Quinta Moínhos da Tia Antoninha, em Leomil, a 4 km de Moimenta da Beira. Painéis Solares Fotovoltáicos, Painéis solares Térmicos, Mini-hidríca, Piscina ecológica, de tudo um pouco faz esta quinta emitir reduzidos níveis de CO2.

- Despedida dos pais, em Aguiar da Beira, mas por pouco tempo. Ainda haveriam de almoçar comigo em Moimenta da Beira.

- Descida junto ao Rio Távora.

- Próximo da Barragem de Vilar, encontro com a rapaziada do grupo "Pedaladas", de Moimenta de Beira, que me acompanharam até ao final desta Etapa. A contar da Esquerda: Paulo Pereira, Luís e César.

- A rolar, em direcção a Moimenta da Beira

- Barragem de Vilar

- Moimenta da Beira em fundo

- Câmara Municipal de Moimenta da Beira, onde teria uma reunião mais tarde

- Ao almoço, com os pais por companhia

- O amigo Paulo Pereira, que também me acompanhou ao almoço, e conseguiu marcar uma reunião na Câmara.

Em conversa com os meus companheiros de pedaladas, descubro que um deles, o Luís, é instrutor de condução. Aproveito a sua experiência, para lhe colocar uma série de questões, até porque em 1994, quando obtive a licença de condução, o ensino era diferente do actual, técnica e pedagogicamente, e abordava essencialmente o ponto de vista do veículo e do condutor, referindo-se muito pouco ao peão e ao ciclista. Descubro que a palavra "bicicleta" ainda não é contemplada no actual código da estrada, mas o assunto peão e ciclista são abordados com frequência. Apercebo-me tanbém que este condutor, peão, ciclista e instrutor de código coloca acima de tudo a sua experiência para sensibilizar e educar os seus alunos, não se limitando a ensinar o que vem nos manuais. Percebe-se que as mentalidades mudaram na última década, e que os alunos aceitam melhor as indicações sobre comportamentos defensivos na estrada.

O amigo Paulo Pereira, conta-me orgulhoso, que desde que em 2009 começou a utilizar a bicicleta como prática desportiva, perdeu 20 kg de peso. Parabéns !!!

- Com o Sr. presidente da C.M., José Eduardo Ferreira

Apesar do dia complicado que se viveu hoje na C.M. de Moimenta da Beira, com reuniões durante todo o dia, o Sr. Presidente teve a gentileza de me dispensar meia hora e trocar umas palavras sobre bicicletas, a diversos níveis. Percebe-se que é um homem que apoia as iniciativas da população e dos grupos desportivos, mas ainda com alguma resistência para mudar o ciclo vicioso que oiço com frequência: "A população não utiliza a bicicleta como meio de transporte, logo, porquê promovê-la?". Salientei que o exemplo tem de vir de cima, e que são as autarquias quem tem o dever de avançar com iniciativas que promovam os modos suaves de transporte. E muitas vezes a custo zero. A título de exemplo, uma vez por mês, a Câmara pode promover junto dos seus funcionários a utilização da bicicleta, estimulando quem pode, a deslocar-se de bicicleta para o local de trabalho. O prémio, poderia ser a permissão de tomar um duche nas suas instalações, 15 minutos de tolerância de manhã e 15 minutos ao final do dia. Simples, sem custos e com muitos benefícios.

- Ao final da tarde, em direcção aos Moínhos da Tia Antoninha

- O caminho para a quinta é, por sí só, uma verdadeira ecovia

- As casas da quinta em fundo

- Painéis solares fotovoltáicos alimentam duas dezenas de baterias.

- Piscina ecológica, com água corrente da ribeira. Uma parte desta água é utilizada para produzir electricidade.

- Casas da quinta recuperadas e convertidas em quartos de hóspedes. A pedra tem um excelente comportamento térmico

- Sossego e paz de espírito, respiram-se nesta quinta, completamente desligada das infraestruturas habituais: rede de água e rede eléctrica convencionais não existem aqui.


O proprietário da quinta, o Eduardo, e sua família convidaram-me para jantar, e neste serão animado de discussões e partilha de ideias e de experiências, percebe-se que ele, e outros, lutam com a dificuldade de fazer chegar este seu projecto ambiental aos estrangeiros. Falta uma rede de promoção, quer regional, quer nacional, que crie uma rede de promoção lá fora, de espaços como este, amigos do ambiente e com prémios ganhos a comprovar a sua sustentabilidade, nomeadamente nos países do norte da Europa, onde as pessoas estão mais sensibilizadas para estas questões, e que mais facilmente adoptam estilos de vida amigos do ambiente, mesmo que isso lhes cause algum transtorno e mudanças no seu comportamento.

Esta região tem, pela sua história e cultura ligados à terra, um potencial para criar programas em que o turista interage com os costumes e tradições locais. Desde o ciclo do pão, das compotas e licores, do fumeiro, do habitat do lobo, das famílias isoladas até à ordenha, quem nos visita pode ficar a conhecer como se vivia e trabalha há algumas décadas atrás, neste Portugal com tanto potencial humano. Estas actividades serão sempre um complemento de rendimento à actividade principal, o turismo de habitação ou rural, sendo também uma forma de as pessoas interagirem e darem oportunidade a que outros (todos) ganhem com o turismo.

DADOS TÉCNICOS para cálculo de emissões de CO2
Malas, sacos e alforges: 6, com um total de 25kg
Consumo de líquidos: 2 litros de água
Outros modos de transporte utilizados: automóvel, em 12 km.
Duches: 1, de aprox.10 minutos, com aquecimento solar, e água de nascente
Peças de roupa lavada: 1 calções de ciclismo, 1 par de meias
Horas de utilização de computador: 3:00h, com electricidade de painéis solares fotovoltáicos
Visualizações do blogue: 400
Novos amigos no Facebook: 10
Carregamento de telemóvel e lanterna: Mala Solar com painéis fotovoltáicos

AGRADECIMENTOS ESPECIAIS:
MOTOVEDRAS, pelo excelente equipamento que me cedeu.
DIMODA, pelos fatos da Pierre Cardin que me cedeu, para usar nas cidades.
JP SA COUTO, pelo excelente PC Magalhães 2 que ofereceu para esta viagem
OFF7, pelo cálculo e compensação de emissões de CO2.
Bio Future House, pelas malas com painés foto-voltáicos que me carregam o telemóve e a lanterna.
Instituto Geográfico do Exército, pela oferta dos mapas de estradas que me orientam.

Ao Paulo, César e Luís, por me acompanharem nesta etapa
Ao Presidente da C.M de Moimenta da Beira, pela recepção.
Ao Nuno Moreira, da Bio Future House, pelo contacto dos Moinhos da Tia Antoninha

À Carolina, minha mãe, por todos os dias acender uma vela de azeite a Nossa Senhora de Fátima.

Paulo Guerra dos Santos

1 comentário:

  1. Afinal foi mesmo com o presidente que falaste ;)
    Passei a espreitar o blog, finalmente!

    ResponderEliminar

Dia 1 - Moita Dia 2 - Setúbal Dia 3 - Alcácer do Sal Dia 4 - Grândola Dia 5 - Santiago do Cacém Dia 6 - Sines Dia 7 - Vila Nova de Mil Fontes Dia 8 - Zambujeira do Mar Dia 9 - Aljezur Dia 10 - Sagres Dia 11 - Lagos Dia 12 - Portimão Dia 13 - Silves Dia 14 - Albufeira Dia 15 - Loulé Dia 16 - Faro Dia 17 - Tavira Dia 18 - Vila Real de Santo António Dia 19 - Alcoutim Dia 20 - Mértola Dia 21 - Serpa Dia 22 - Beja Dia 23 - Moura Dia 24 - Portel Dia 25 - Évora Dia 26 - Arraiolos Dia 27 - Estremoz Dia 28 - Elvas Dia 29 - Campo Maior Dia 30 - Portalegre Dia 31 - Nisa Dia 32 - Vila Velha de Ródão Dia 33 - Castelo Branco Dia 34 - Idanha-a-Nova Dia 35 - Fundão Dia 36 - Covilhã Dia 37 - Belmonte Dia 38 - Guarda Dia 39 - Celorico da Beira Dia 40 - Aguiar da Beira Dia 41 - Moimenta da Beira Dia 42 - Lamego Dia 43 - Vila Real Dia 44 - Tabuaço Dia 45 - Carrazeda de Ansiães Dia 46 - Vila Nova de Foz Côa Dia 47 - Vila Flôr Dia 48 - Mirandela Dia 49 - Macedo de Cavaleiros Dia 50 - Santa Comba de Rossas Dia 51 - Bragança Dia 52 - Vinhais Dia 53 - Valpaços Dia 54 - Chaves Dia 55 - Vila Pouca de Aguiar Dia 56 - Cabeceiras de Basto Dia 57 - Vieira do Minho Dia 58 - Póvoa de Lanhoso Dia 59 - Guimarães Dia 60 - Braga Dia 61 - Ponte de Lima Dia 62 - Valença Dia 63 - Caminha Dia 64 - Viana do Castelo Dia 65 - Esposende Dia 66 - Póvoa de Varzim Dia 67 - Porto Dia 68 - Espinho Dia 69 - Ovar Dia 70 - Murtosa Dia 71 - Aveiro Dia 72 - Águeda Dia 73 - Sever do Vouga Dia 74 - Oliveira de Frades Dia 75 - São Pedro de Sul Dia 76 - Viseu Dia 77 - Tondela Dia 78 - Santa Comba Dão Dia 79 - Coimbra Dia 80 - Montemor-o-Velho Dia 81 - Figueira da Foz Dia 82 - Pombal Dia 83 - Leiria Dia 84 - Nazaré Dia 85 - Caldas da Raínha Dia 86 - Rio Maior Dia 87 - Alcobaça Dia 88 - Fátima Dia 89 - Tomar Dia 90 - Abrantes Dia 91 - Entroncamento Dia 92 - Alpiarça Dia 93 - Santarém Dia 94 - Coruche Dia 95 - Salvaterra de Magos Dia 96 - Alenquer Dia 97 - Torres Vedras Dia 98 - Mafra Dia 99 - Cascais Dia 100 - Lisboa Image Map Passe com o rato sobre as localidades e aguarde 1 segundo. ...........................................................